Construção sustentável

Esta é uma questão cada vez mais importante nos dias de hoje, o desenvolvimento sustentável, ou seja, evoluir sem por em causa as gerações futuras. Hoje em dia, todos nós temos a plena consciência de que os recursos naturais do nosso planeta têm limites, assim é muito importante racionalizar a utilização de energia e de matérias primas.

Uma construção sustentável, será uma construção que promova essa racionalização, assim ao desenvolvermos as Casas MDP tivemos também como objectivo oferecer uma habitação que cumpra com esses requisitos, através de uma selecção dos materiais utilizados, da forma de construir, da utilização ao longo da sua vida útil e por fim na possibilidade de reciclagem dos seus componentes.

Materiais

Nas nossas habitações, utilizamos os materiais que tenham o menor impacto possível no ambiente, quer durante a sua produção, quer no fim da sua vida útil com a possibilidade de serem reciclados.

Por exemplo, comparando o material base das nossas construções, o aço, com os materiais utilizados na construção tradicional, o betão e o tijolo, verifica-se que os três necessitam de bastante energia no processo de fabricação, no entanto a diferença é que o aço pode ser reciclado a 100% e infinitas vezes, algo que não se consegue com os outros dois materiais.

Fase construtiva

Esta é uma fase em que é muito importante a optimização dos gastos de energia e materiais, todos já passamos junto a uma obra, em construção tradicional, e verificamos o impacto que esta causa ao nível do ambiente, nas nossas construções esse impacto reduz-se ao mínimo extremamente necessário. De seguida, referem-se algumas das razões para estas diferenças:

  • Gasto de água praticamente nulo – devido a nossa forma de construir, em que os processos de fixação são essencialmente mecânicos;

  • Não se desperdiça madeira – uma vez que não é necessária a cofragem do betão armado, como sucede na construção tradicional;

  • Redução dos meios de transporte necessários – uma vez que, devido ao baixo peso dos materiais utilizados e forma de construir, não existe aquela constante circulação de viaturas e máquinas a transportarem os pesados materiais para a obra. Assim reduz-se o consumo de combustível e o ruído em torno da obra;

  • Redução do peso aplicado sobre os solos – que muita diferença pode fazer, especialmente no caso de encostas e terrenos instáveis;

  • Redução do tempo de execução da obra - com toda a poupança de materiais, recursos e incómodos que essa rapidez implica.

Vida útil

Ao longo da vida útil de uma moradia, o gasto em energia para aquecimento da mesma representa um grande fatia do impacto desta no meio ambiente. Assim e de forma a respeitar a racionalização do gasto de energia, as nossas casas utilizam as melhores soluções de isolamento térmico existentes no mercado, consequentemente o gasto de energia reduz-se a um mínimo estritamente necessário, não existindo desperdício de energia.

Convido-o a ver também:

Segurança estrutural, Conforto interior, Rapidez de construção, Baixa manutenção, Flexibilidade, Construção sustentável, Maior aproveitamento dos espaços
 

Breves

Novo Site
Bem-vindo ao nosso novo site, aqui pode ficar a conhecer um pouco melhor a nossa empresa.

pme_lider
pme_excel
pme_lider